quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Sindicato recorre contra concurso em Belford Roxo

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe), vai protocolar hoje uma representação contra a Prefeitura de Belford Roxo, pedindo a anulação do concurso marcado para abril, no que tange às funções para o magistério. É que o concurso realizado em janeiro está em vigor e antes de abrir um novo processo de seleção para o setor de ensino a Prefeitura teria de convocar os classificados para o cadastro de reserva, que soma á 1285 vagas só para o magistério.
Ontem uma comissão formada por representantes do Sepe no município esteve na Secretaria de Educação e saiu de lá sem uma posição favorável. No dia 14 de dezembro, em audiência, foi discutido junto ao Ministério Público e à Justiça que a Prefeitura não poderia contratar e nem renovar contratos para o magistério, por conta do cadastro de reserva, que tem que ser respeitado. De acordo com informações do Sepe, o ano letivo está seriamente comprometido pela falta de profissionais tanto nas escolas de ensino fundamental e básico, quanto nas creches. O secretário de Educação, Hélio Porto, não foi encontrado para falar sobre o assunto e o prefeito Alcides Rolim tem se negado a se manifestar.
Segundo entendimento do MP, a Prefeitura de Belford Roxo não poderia realizar outro concurso público para preencher os cargos da Secretaria de Educação sem antes convocar os aprovados no realizado em janeiro de 2011 e lotar nas vagas restantes os candidatos incluídos no cadastro de reserva. Segundo o Edital Nº 001/2010, assinado no dia 25 de novembro daquele ano, o concurso ocorreu para preencher 409 vagas e formar um cadastro de reserva, para cargos de Professor I – 6º ao 9ª ano (Ciências, Educação Artística, Educação Física, História, Geografia, Língua Portuguesa, Língua Estrangeira – Inglês e Matemática), Orientador Educacional, Supervisor Escolar e Inspetor Escolar Externo, de nível superior, e Professor II – 1º ao 5º ano, Professor II – Educação Especial, Intérprete de Libras e Secretário Escolar, de nível médio.
De acordo com o referido edital, “os candidatos aprovados e classificados, excedentes às vagas atualmente existentes, para todos os cargos, exceto Inspetor Escolar Externo e Intérprete de Libras, farão parte do Cadastro de Reserva de Candidatos Aprovados, durante o prazo de validade do Concurso Público, e poderão ser convocados”. Esse item do edital não está sendo cumprido e é exatamente isso está questionando.


14 comentários:

Anônimo disse...

Então isto significa que eles não irão chamar os aprovados do último concurso!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Isso vai dar em pizza!!! Quem vai sair perdendo s~çao os mais fracos!!! Alcides Rolin vai se dar bem mais uma vez
Aguardem cenas do próximo capitulo....

cascão disse...

esse povo adora ficar remoendo o passado,agora mais essa do concurso de 2004 que foi realisado pela falecida forasteira;gente chega.vamos olhar pra frente novos horizontes, as coisas estão acontecendo o futuro será promissor e que deus na sua infinita bondade nos ajude,aqueles que pensam posivamente e os chatos também.até a volta!!!!!!!!!!!!!!!!

Vanessa Nascimento disse...

Temos que parar de aceitar que tudo deve acabar em pizza, pois se acaba assim é porque o próprio povo é acomodado. Está na hora de mudar a história. Se existe um cadastro reserva, ele deve ser respeitado e o novo edital do concurso, anulado. Boa sorte para os professores COMPETENTES que estão no cadastro reserva e que com certeza, serão e devem ser convocados.

Anônimo disse...

Parabéns ao SEPE por buscar defender o direito dos aprovados no concurso de 2011.

Anônimo disse...

NÃO SOU DE Belford Roxo,MAS ACHO QUE AS PESSOAS NÃO DEVERIAM SE INSCREVER PRA ESSE CONCURSO DEVERIAM SE UNIR CONTRA ESSE PREFEITO CHEGA DE GANHAR DINHEIRO FACIL.

Anônimo disse...

UM MODELO A SER COPIADO PELA GESTÃO DE BELFORD ROXO!!!!!!
Paraíba
15.01.2012 - 09:39:59
SINFEMP defende convocação de aprovados em concurso público de Patos







O presidente do SINFEMP- Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região, José Gonçalves, defende a convocação de todos os aprovados no concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Patos, até o mês de fevereiro de 2012, no sentido de garantir o início do ano letivo no mês de fevereiro, como previsto anteriormente.

Para Gonçalves, a necessidade de realização de outro concurso só será possível depois da convocação de todos os aprovados nos dois últimos concursos realizados pela atual administração.

O SINFEMP solicitará audiência ao prefeito Nabor Wanderley na próxima segunda-feira para discutir a demissão dos contratados, como também saber o que o gestor está pensando sobre a convocação dos aprovados. “Entendo que essa é uma decisão que cabe ao gestor, mas vamos solicitar a audiência e aproveitaremos para discutir a demissão dos contratados, conforme determinação da justiça, como também o que a Prefeitura está pensando na convocação dos aprovados nos dois últimos concursos públicos”, comentou.

Uma preocupação do sindicalista diz respeito à Secretaria de Educação, pois com o fechamento de escolas do Estado, o município receberá muitos alunos para o ensino fundamental I e II e nesse caso teria que contratar novos professores ou dobrar a carga horária dos profissionais do magistério que aceitarem a proposta, que tenham condições de lecionar.

Anônimo disse...

Que o SEPE mostre a sua força! caso contrário continuará como está desacreditado...Nem se ouve falar em SEPE em Belford ROXO.Quero ver fazer isso em Duque de Caxias...

Anônimo disse...

É uma vergonha para o prefeito de Belford Roxo A ABERTURA DE UM NOVO CONCURSO, COM UM AINDA VIGENTE... acredito q ele não esteja se importanto com isso, mas com certeza, ele seria muito mais feliz e ganharia muito mais fama se soubesse administrar melhor a situação atual do último concurso vigente!
Ao invés de abrir outro concurso: pq não chamar o banco reserva!!!! ou melhor: já q a intenção, pelo q parece, é arrecadar dinheiro: CHAMARIA OS CANDITADOS APROVADOS E DEPOIS ENTÃO, ABRIRIA OUTRO CONCURSO, PQ VAGAS É O QUE SOBRA NO MUNICÍPIO... SERIA MAIS JUSTO, E MENOS VERGONHOSO!!!!

Anônimo disse...

UMA COISA É CERTA: o prefeito de Belford Roxo pode até fazer novo concurso, mas só poderá convocar após o término da validade do concurso 2011!!!
E o início do ano letivo de 2012 sem professor??? como ficará???? sabendo-se q o prefeito não poderá contratar e nem renovar contratos????

Anônimo disse...

Infelizmente, o brasileiro não conhece os seus direitos....tem uma parcela mínima de professores lutando para que o gestor do município de Belford Roxo convoque os concursados de 2011!!!
MUITA INJUSTIÇA O QUE ESTÁ OCORRENDO NO MUNICÍPIO, SE EXISTE UM CADASTRO DE RESERVA, PQ NÃO ESTÁ SENDO RESPEITADO???!!!!

NINGUÉM FAZ ABSOLUTAMENTE NADA PARA NOS AJUDAR....

Anônimo disse...

É por isso que o Brasil está assim, não devemos aceitar toda corrupção que está acontecendo, esta "podridão" dos políticos, é um absurdo. Que prefeito é este? Como o povo pode eleger ele, é bom sabermos disso, pois não será eleito para mais nada, está na cara toda "canalhice". No concurso de 30 de janeiro de 2011 houve cadastro de reserva para o cargo de Inspetor Escolar Externo, neste de 2012 há 17 vagas para o mesmo cargo. Como pode isso? Se estão precisando tanto assim, porquê ele não chama os cadastros? Não dar para entender! Esperamos que ninguém faça este concurso e não se deixe enganar, assim como nós fomos enganados. Parabéns ao SEPE por todo esforço, esperamos que consigam justiça.

Anônimo disse...

Quem fez o concurso para Inspetor Escolar Externo da Prefeitura de Belford Roxo no concurso de 30 de janeiro de 2011 fez para cadastro de reserva, pois não havia vagas e até agora ninguém foi chamado, já no concurso de 2012 há 17 vagas para o mesmo cargo.Não dar para entender. Se estão precisando de inspetores porque não chamam os concursados de 2011? Nunca vi isto em concursos. Qual é desse prefeito?

Anônimo disse...

É, sinto muito em dizer, mas vocês foram enganados. É o nosso Brasil, e tem gente que se orgulha do dele!Os nossos queridos políticos roubam e fica por isso mesmo, está aí um exemplo disso, o prefeito de Belford Roxo.