sábado, 14 de janeiro de 2012

Quaquá aposta na fome

Com a popularidade lá embaixo, cheio de inquéritos nas costas, respondendo por várias denúncias de irregularidades administrativas e desvio de recursos, o prefeito de Maricá, Washignton Quaquá (PT), resolveu agora apostar na fome para tentar virar o jogo, mas tudo indica que o vai conseguir é mais uma ação judicial.
No apagar das luzes de 2011 ele assinou um contrato para a compra de 84 mil cestas básicas. Quem vai fornecer é a Comercial Milano, ao custo de exatos R$ 4.079.880,00. A alegação é de que a Prefeitura precisa incrementar um programa de complementação alimentar que não recebeu muita atenção nos três primeiros anos da gestão de Quaquá. Como ano eleitoral é ano eleitoral, esse tipo de coisa costuma acontecer.

4 comentários:

Jorge Roberto disse...

Caro Elizeu, o PT está fazendo a farra do boi em Maricá. Temos muitos recursos, mas nada é feito na cidade.

Anônimo disse...

parece ate que o povo so come em ano eleitoral,isto é brasil vai ver esse ai é amigo dos zzs aqui de magé.kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Sou mageense. Mas próximo a minha casa em Marica, lá na avenida central, tem um buraco que os moradores colocaram uma faixa com os dizeres: novo piscinão de Maricá, mais uma parceria do governo municipal e estadual.(de tão grande que é o buraco, cabe dois carros dentros) ahauah

Anônimo disse...

Estive em Maricá hoje, mais precisamente em Itaipuaçú e percebi que as ruas encontram-se totalmente esburacadas, lixo para todos os lados, mato tomando conta de todos os espaços, uma vergonha! Será que não temos dinheiro nem para asfaltar as ruas principais de nosso distrito? Se liga Quaquá! Se liga povo de Maricá!